TIERRA DE CAMPOS ZONA NORTE DE VALLADOLID CONTACTA CON TIERA DE CAMPOS
NATURCAMPOS Asociacion para el Desarrollo Rural Integrado ADRI de Tierra de Campos  

ACTUALIDAD

ESTRATEGIA DESARROLLO LOCAL ZONA NORTE DE VALLADOLID

DESCARGAR EDLP ZONA NORTE DE VALLADOLID

ampliar noticia >>

CONVOCATORIA DE SUBVENCIONES PARA LA FINANCIACIÓN DE PROYECTOS

CONVOCATORIA DE SUBVENCIONES PARA LA FINANCIACIÓN DE PROYECTOS EN EL MARCO DE LA MEDIDA 19 (LEADER) DEL PROGRAMA DE DESARROLLO RURAL DE CASTILLA Y LEÓN, EN BASE A LA ESTRATEGIA DE DESARROLLO DEL GRUPO DE ACCION LOCAL (GAL) ASOCIACION PARA EL DESARROLLO...

ampliar noticia >>

BEM-VINDOS À TIERRA DE CAMPOS

Bem-vindos à página mais completa da região de Tierra de Campos. Nesta página você encontrará muitas informações sobre a região de Tierra de Campos, no norte de Valladolid. Um lugar para conhecer as suas paisagens, seus povos, seus costumes, sua cultura...

PALOMARES EN TIERRA DE CAMPOS

RUINAS Y YACIMIENTOS EN TIERRA DE CAMPOS

UMA ELEIÇÃO DE HISTÓRIA

Os primeiros habitantes de Tierra de Campos foram os vacceos, mais tarde foi ocupada pelos romanos e depois pelos godos, adquirindo então o nome de Campos Góticos (Campi Gothorum), de onde provém o seu nome atual.

Na época muçulmana se tornou uma fronteira deserta entre cristãos no norte e muçulmanos no sul, em meados do século IX começava a ser repovoada por Ordoño I de Astúrias. Fronteira entre León e Castilla durante a baixa idade média. A convivência destas três culturas não passou despercebida na região, enfatizando principalmente a arte mudéjar.
A primeira referência a Tierra de Campos foi nas crônicas de Alfonso X, O Sábio. No século XIII, com Fernando III, o Santo, rei de León, a comarca começou a adquirir maior destaque, pois este rei unificou os reinos de León e Castilla. Além de conceder a Tierra de Campos e, em especial, a Villalón de Campos a licença para celebrar o primeiro mercado de Lã europeu. Perante este contexto, se instalaram as principais sedes bancárias.

Nos tempos medievais e renascentistas os solos argilosos desta região eram muito adequados para o cultivo de grãos, resultando no seu esplendor. A partir desta época, construíram os grandes monumentos que podem ser vistos em algumas das suas mais importantes cidades.